1.

Mari Mari, 19. Fotografia & Sex Pistols & Cinema Trash. @mriczr no instagram.

segunda-feira, janeiro 20, 2014

School Sucks.

O sinal tocou. Em 20 minutos, fora empurrado no chão do vestiário, e Tyler tinha o pé direito apoiado em sua bochecha. A areia na sola fez com que seu rosto ficasse todo vermelho em segundos. Mas a pressão só aumentava.
- E aí, J.C., o que vai ser? - Tyler se abaixou, de forma que sua voz ficou assustadoramente próxima.
Tentou se libertar, mas Tyler tinha 15 e fazia o tipo atleta, enquanto ele era só o esquisito da escola, do alto de seus 13 anos de idade. Em poucos segundos, estava com a cara no chão de novo.
- O que você quer, porra? - Sua pergunta abafada só fez com que o outro começasse a rir.
- Não queira saber. - Foi a resposta.
- Eu não faço questão de saber. Só me solta ou eu quebro a sua cara mais tarde.
- De onde veio essa marra toda, J.C.? Da época em que eu andava com você?
Os dois já haviam sido mais amigos, quando um tinha 10 e o outro 12 anos de idade, mas Tyler começou a evitá-lo do nada, sem motivo aparente, e resolveu ressuscitar dois anos depois, fazendo coisas como atirar uma fileira de armários em cima dele, ou empurrá-lo no chão do vestiário e pisar em seu rosto. Hoje em dia, julgava já ter aturado de tudo.
- Você é um merda. - Disse - Viado.
As bochechas de Tyler coraram pela raiva. Aquela acusação realmente era seu ponto fraco. Fora assim desde que os dois se conheceram, e o garoto aguentava qualquer "Filho da Puta", mas nunca levou um "Viado" pra casa. J.C. sabia disso. E foi exatamente por esse motivo que escolheu justo essa palavra agora.
Gritou quando Tyler acertou suas costelas com um chute. Recuperou o fôlego e disse:
- Você não sabe que chutar alguém no chão é covardia?
- Eu vou te mostrar o que é covardia. - Disse Tyler, caprichando em mais um chute.- Ainda consegue se levantar?
J.C. tentou, mas o máximo que conseguiu foi apoiar-se nos próprios joelhos. Sua cabeça doía e tudo a sua volta parecia girar. Estava tão confuso que demorou minutos para entender que Tyler abria as calças.
- Mas o que...
- Você sabe o quê.
- Tyler, por favor, de novo não...
- Ah, então agora você está implorando? Vamos voltar pra cinco minutos atrás quando você dizia que ia quebrar a minha cara, que tal?
- Você não pode me forçar.
- Não. Mas eu posso te encher tanto de porrada, e como você vai explicar pra sua mãe que apanhou do único cara na escola que ela acha que é seu amigo? Você mente, não é, J.C.? Pra ela não achar que o filho dela é sozinho.
- Cala a boca.
- Só tem um jeito de me fazer calar a boca.
J.C. concordou com a cabeça, respirou fundo, e tentou fazer aquilo sem pensar em nada. Até Tyler segurar seu cabelo e dizer:
- Olha pra mim quando estiver me chupando.
Ele obedeceu. Só queria que acabasse.
E aquela merda toda durou até o segundo sinal, quando o professor de Educação Física entrou no vestiário, e os dois perceberam que havia passado muito mais tempo do que imaginavam.

27 comentários:

  1. Isso que é amizade! XD
    Mas, enfim, um outro ótimo texto seu. Aliás, não há um texto seu que eu não adore. *.*

    Lembro-me que no último post vc havia me questionado sobre alguns filmes para indicação, eu tenho uma lista enorme, rsrs, mas creio que talvez vc já os tenha visto. Vou deixar citado alguns:
    *Taxidermia (trash, nojento ao extremo, mas com uma mensagem que talvez poucos consigam realmente entender...)
    *Irreversível (na minha opinião o melhor do Gaspar Noé, gosto muito do modo como a distopia é retratada)
    *Aftermath(necrofilia. Isso resume totalmente o filme. Eu o acho simplesmente insano, mas sem maiores "mensagens", já está disponível no youtube ^.^)
    *Saló ( clássico. Mas creio que esse vc já o deve ter assistido... Eu sou fã de Sade (ninguém entende isso, mas ok...) e uma adaptação de qualquer obra dele (mesmo que ainda o plano de fundo tenha mudado totalmente integrando uma crítica ao facismo italiano) certamente me fará assistir. (ainda aguardo uma adaptação realmente boa
    de Justine e Jullette para o cinema).

    Ah, também quero mais dicas suas de filmes! ^. ^

    abraços!
    http://princessandfashion.wordpress.com

    ResponderExcluir
  2. Outro texto intrigante. Menina, você pode escrever um livro!
    =D

    ResponderExcluir
  3. Gostei do texto, realmente a escola não é fácil pra ninguém... Porém desse jeito complica!

    Thoughts-little-princess.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Concordo com a Cyntia e adoro o fato de você não ter "mimimi" na hora de escrever, foda! ;)

    Adorável Tédio | Fã Page | Sorteio

    ResponderExcluir
  5. E eu achando que ia ler uma história onde o cara ia acabar com a cabeça na privada... Kkk só conseguia pensar em mandar o j.c calar a boca e parar de tentar ser valente por ele ia se dar, mas no final ele nem viu as horas passarem então...

    Lovelyblogcarol.blogspot

    ResponderExcluir
  6. Caramba! Direta e sem muitas palavras. Textos assim nos ganham fácil.

    Beijo!
    chavecriativa

    ResponderExcluir
  7. School - nesse caso - literalmente SUCKS. J.C. que o diga!!!

    ResponderExcluir
  8. Como de costume: penso que o caminho vai ser x e tu chega com uma letra do alfabeto grego! Hahaha
    Legal sua escrita. Sem pudores, exalando ousadia!

    Beijo

    ResponderExcluir
  9. Olá, bom dia ^^
    Uau! Seus textos, sempre surpreendendo. Parabéns!
    Fiquei com pena do menino :S

    Beijinhos e boa semana :)
    Isabelle - http://attraverso-le-pagine.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Oiiiii,

    Voltando ao mundo dos blogs, aproveitei para fazer uma visita.

    Desejo um ótimo inicio de ano a nós

    http://segundaeucomecooficial.blogspot.com.br/

    (`'•.¸(`'•.¸¸.•'´)¸.•'´)
    «`'•.¸.¤¤¤¤¤¤¤.¸.•'´»
    «`'•.¸.¤(\__/)¤.¸.•'´»
    «`'•.¸.¤(=':'=)¤.¸.•'´»
    «`'•.¸.¤(")_(")¤.¸.•'´»
    «`'•.¸.¤¤¤¤¤¤¤.¸.•'´»
    (¸.•'´(¸.•'´`'•.¸)`' •.¸)'

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Meu deus, estou vendo um coelho misterioso que não leu o post. O mundo está acabando? Eu sou o Donnie Darko?

      Excluir
  11. Adoro como você sempre coloca bullying nos contos, não tem um que não tenha!
    E ainda tem aquelas pessoas que dizem "Coisa de escolas americanas" minha quinta e sexta série se resumiram nisso, nada legal.
    Ah, eu adoro seus comentários no meu blog, e adorei mais ainda o do ultimo post, digamos que eu meio que desconfiava de você mas ainda não era nada certo. E ah, eu respondi no próprio post o porque de eu não ter amado A Culpa É Das Estrelas, não sei se as pessoas voltam atrás das respostas (eu não volto kk) então já deixo avisado aqui pra você não pensar que estou te ignorando
    Enfim, falei demais

    Novembro Inconstante

    ResponderExcluir
  12. Nossa, amizade nao tem preço
    Gostei do post, tenha um otimoo final de semana
    http://umagarotacitouu.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Seus textos, como sempre, tão criativos! Me surpreendi com o final!

    Um abraço,
    E Feliz 2014 (um pouco atrasado, rs)

    ResponderExcluir
  14. Nossa, seu texto me surpreendeu muito. Adorei! Deu de sentir a solidão de JC e como toda a situação era desconfortável para ele. Ótima escrita, algo que infelizmente acontece.. beijos!

    ResponderExcluir
  15. Gente por esse final eu não esperava.

    ResponderExcluir
  16. WOW
    Não sei se eu choro pela situação e pelo personagem ou rio pela escolha do título. Posso fazer os dois? Adorei esse título, pfvr.
    Nunca tinha lido um conto seu, acho. Geralmente não é meu gênero de texto preferido pra ler na internet, mas gostei tanto de como você fez a coisa toda ter coerência interna!
    Beijo

    ResponderExcluir
  17. ahahahaha Sempre me surpreendo com você e seus textos! No começo, eu penso uma coisa, daqui a pouco tudo se transforma em algo que nem passou pela minha cabeça. Você sabe como contar história e é muito boa nisso! E os seus finais? aiai inesperados
    Beijoss

    ResponderExcluir
  18. Wow! No início do texto dá entender a uma coisa, e depois algo totalmente oposto. Adorei o texto, ousado, bem "escrachado" e direto, adorei hahah

    xx, www.ladodecoragem.tk

    ResponderExcluir
  19. Cara, escreve um livro, de boa. OU TERMINA ESSES CONTOS PELO AMOR DE DEUS. hahahahahahaha veik MUAC

    ResponderExcluir
  20. Você sempre escrevendo textos surpreendentes, confesso que lendo o começo eu nunca imaginaria esse final! rs
    Beijo no bolso!
    Tô Barata, mas tô na moda! | Facebook | Twitter

    ResponderExcluir
  21. que filhos da puta doido
    caraio mano serio mesmo
    não sei de quem tou com mais raiva de verdade

    paraomaridinho.blogspot.com

    ResponderExcluir
  22. foi vc quem escreveu?! clap clap clap :DD
    muito bom mesmo!!

    bjs
    http://gipsyyy.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  23. Gente, que conto foi esse?!?! Fiquei arrepiada, mas tenho que confessar que soltei um risadinha com o título! Simplesmente genial! Acho que foi a primeira vez que li um conto assim e gostei muito. Tratar um assunto sério da forma que você fez... fenomenal! Acho que estou em choque até agora...
    Beijos :*

    ResponderExcluir
  24. Em choque. É tudo o que tenho para dizer

    ResponderExcluir