1.

Mari Mari, 19. Fotografia & Sex Pistols & Cinema Trash. @mriczr no instagram.

quarta-feira, setembro 16, 2015

Socorro, Ritalina & The Walking Dead.

1. Estou muito mal. Socorro.
E eu estava bem, pqp. Aí eu acordei e pensei que seria um dia lindo pra me atirar no buraco do metrô. Chorei comendo, chorei no banheiro da faculdade, chorei no metrô (nenhum outro passageiro pagava as minhas contas) chorei em casa até as lágrimas começarem a queimar. Agora chega.
Nem a sr. Durona aqui resiste aos efeitos da TPM, amigos. Verdade seja dita.

2. Minha irmã foi conversar com a orientadora da escola dela sobre ansiedade e dificuldade pra concentrar, e adivinha o que a filha da puta sugeriu? Terapia, claro. Hoje em dia qualquer problema que você tenha na adolescência pode ser resolvido com terapia ou ritalina. Isso é uma puta babaquice. Será que as pessoas não percebem o quanto isso é fodido? Não to falando da terapia em si, to falando de trancar um menor de idade numa sala com um adulto desconhecido.
Eu sei que algumas pessoas têm experiências maravilhosas, mas eu só me fodi. E é lógico que eu não quero ver minha irmãzinha seguindo exatamente o mesmo caminho.
Fui tentar mandar a real pra ela, mas aí eu chorei, foi apelativo, foi feio.

3. Pra ajudar a engolir setembro: a cada dia estamos mais perto da volta de The Walking Dead.

27 comentários:

  1. Mas um analista com menor de idade é sozinho? achei que os responsáveis acompanhavam...
    ps.: Nunca fiz analise.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Na teoria, os responsáveis são chamados nas primeiras sessões, e depois o menor começa a ser atendido sozinho (com os pais sendo chamados de tempos em tempos, pra falar com ele também). Os pais também precisam dar autorização pro atendimento acontecer, sem isso, um psicologo não pode atender um menor.

      Lembrando que estou falando na teoria, no papel, na prática não faço a mínima ideia se isso realmente acontece

      Excluir
  2. Eu tenho um cagaço danado de assistir The Walking Dead, acredita? Assusto o tempo todo. (Pior que eu adoro!) Sempre fico me imaginando em um apocalipse zumbi...hehehe, já tenho na cabeço minhas ações quando acontecer ;)

    ResponderExcluir
  3. 1. TPM... Ah, esse inferno maldito. Mas uma hora passa, colega. Só resista bravamente até o fim.

    2. É, também não acho uma boa ideia não... Eu nunca consegui fazer terapia justamente porque eu não consigo confiar o suficiente pra ficar numa sala com um desconhecido, ainda mais falando sobre mim. Eu sei que tem muita gente que se dá bem com isso, mas não é pra mim. Sabe o que me ajudou nessa fase? Tumblr. É estranho, mas eu aprendi muita coisa sobre mim e sobre a vida em comunidades virtuais, e olha que eu nunca falava nada com ninguém, de fato. Talvez conversando vocês encontrem juntas algo que funcione pra ela.

    3. Te entendo.

    Sei que ninguém perguntou, mas eu gosto dessa organização em tópicos. Acho relaxante.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. 1. Resistirei!
      2. Tenho medo de conversar e acabar "influenciando" a escolha dela. Como por exemplo foi quando eu falei e foi horrível e pareceu tão apelativo. Por um lado eu sei que não devia me preocupar com essa porra, digo, eu não tenho que ser um exemplo. Ela é minha irmã, e é lógico que eu posso ser sincera. Mas ao mesmo tempo não quero soar muito apavorada (mesmo estando), afinal, a vida é dela, sabe? É complicado. O tumblr é foda. E é de graça. Realmente, acho que nada na internet inteira se compara com a liberdade emocional que o tumblr dá . Dá pra fazer altos estudos antropológicos lá dentro também rs. É a melhor rede, sem comparações.
      3. Estou enlouquecendo. kkkkkk

      Que bom <3 Também to curtindo escrever assim. E cara, tive um problema com a organização dos posts aqui nos bastidores e excluí alguns e as coisas ficaram um pouco confusas, enfim, só agora que eu vi seu comentário sobre conversarmos mais e po, concordo totalmente. O que vc acha de usarmos o próprio tumblr? Eu tenho um PRO pra fotografia, mas profissionalismo é insuportável as vezes, então vou reativar meu tumblr pessoal e te passo o link. A gente pode trocar mensagens por lá. E no tumblr vc sempre pode se manter anônimx se quiser. Fechou?

      Excluir
    2. 1. Força, marujo! Em breve venceremos (?) a tempestade!!!
      2. Entendo seu receio, mas eu penso da seguinte forma: quem decide no final das contas é ela, então se você deixar claro que quer ajudar, mas respeita e apoia a opinião e as decisões dela, você não está tirando o direito de escolha dela, e sim mostrando que ela pode contar com você. Sabe, quando eu era adolescente queria ter tido um irmão ou irmã mais velho com quem pudesse conversar, mas a única pessoa mais velha em quem eu podia confiar era a minha mãe, e não é a mesma coisa, e no fim das contas isso era o mesmo que não ter ninguém; sua irmã tem sorte em ter você. Sobre o tumblr, concordo muito, até porque é muito mais fácil achar gente esquisita por lá e eu gosto disso.
      3. (*T^T)人(T^T*)

      Ah, eu notei a falta deles (mas na verdade é bom ter a confirmação de que não é coisa da minha cabeça). Assim, pode até ser, mas eu vou ter que abrir outra conta e aprender a falar com pessoas pelo tumblr porque eu nunca precisei disso (falar com pessoas) até outro dia, então pode demorar um tempinho pra eu conseguir. Você teria paciência pra esperar? E sei que ninguém perguntou também, mas com os (pouquíssimos) amigos, eu falo pessoalmente, por sms ou por e-mail, então qualquer outra coisa eu vou ter que aprender, de qualquer forma.

      Excluir
    3. Não é a mesma coisa mesmo. Outro dia eu estava conversando com uns amigos sobre como não dá pra levar uma amizade, ou melhor, relação alguma que seja 100% honesta com uma figura de autoridade. Então por mais legal que nossos pais sejam, não é a mesma coisa que um irmão ou amigo de confiança.

      Sobre TWD, to jogando o game agora. É MARAVILHOSO. Já jogou? Só não me dê spoilers, to no ep2 ainda kkkk

      www.rapepistols.tumblr.com
      É fácil, pra falar é só ir na ask da pessoa. Tem a opção de escrever em anônimo, mas eu vou ter que publicar pra responder, então vai ser a mesma coisa que falar por aqui. O ideal seria vc mandar da sua conta no tumblr pra minha, mas isso arruinaria o seu anonimato, que é uma coisa que eu respeito se vc quiser manter, então pra isso vc precisaria fazer uma conta só pra trocarmos mensagens O.O mas é fácil criar conta no tumblr. Aí cabe a vc decidir se vc quer manter o anonimato ou não, ou se vc prefere fazer de outra forma, etc.
      let me know <3

      Excluir
    4. Pois é, é exatamente isso. Apesar de que eu tenha problemas com o conceito de autoridade.

      Não, não joguei. Jogos com gráficos realistas me fazem mal, infelizmente. Deve ter algo a ver com ter um cérebro meio bugado.

      Então, eu abri uma conta, mas diz que eu ainda não posso enviar mensagens pra você porque não estou seguindo a tempo suficiente. Na verdade eu só vim dizer mesmo, porque eu nem saberia o que escrever já que ainda estou meio em choque, mas ok.

      Excluir
  4. TPM é triste, eu choro até vendo propaganda de sabonete na televisão =/ Mas passa, amiga, passa...
    Sobre terapia, concordo contigo. Só se o caso realmente tiver muito sério, mas pra coisas "menores", e aí tem que ter cuidado ao saber o que é menor e não, uma boa conversa, gargalhadas, diversão, amigos, já ajuda bastante :)
    TWD!!! <3

    ResponderExcluir
  5. Maldita TPM, se segura aí Mari!! Não sei o que dizer sobre terapia... Nunca fiz, ~nem comi, só ouço falar~. Estou fazendo tratamento com sertralina para a ansiedade, depre e TOC. Além disso me ocupo com leitura, com o blog e bloqueei publicações alheias nas redes sociais. Construí um muro de proteção anti-estresse e anti-baboseira. Tem ajudado... Beijos

    ResponderExcluir
  6. TPM é foda. Na verdade eu nem sei se é TPM, no meu caso tenho dias que eu passo horas chorando por conta de várias coisinhas que acumularam nos últimos dias. vdm.

    Terapia... hm. Minha experiência foi excelente, era bom ter alguém pra me escutar numa época que eu estava pirando por coisas idiotas. Mas sei lá, acho que vai muito da pessoa (e principalmente do psicólogo, pq tem uns por aí que vou te contar). Agora remédios acho mais complicado. Qlqr coisinha já querem te enfiar anti depressivo e vamos combinar que tem coisa facilmente resolvível com uns dias de fossa. Então eu só aceito remédios quando percebo que estou devagar quase parando lol. Hoje em dia abandonei tudo e quando to mal, encho a cara u_U

    Não assisti a última temporada de walking dead. Em determinado momento achei que ficou repetitivo e abandonei :( sei lá o que rolou. Talvez quando lançar a próxima temporada eu me anime novamente.

    ResponderExcluir
  7. Sim cada dia mais perto de TWD
    mas VC já viu Fear The Walking Dead?

    ResponderExcluir
  8. Não dá para não chorar na tpm, sei bem como é isso :/
    Uma pena sua terapia ter sido ruim :/ Às duas vezes que eu fiz eu gostei muito e queria muito poder fazer de novo :/ Tudo bem que tinha dias que eu queria bater na psicologa, mas tirando isso foi de boa hahahaha
    Não acompanho The Walking Dead, mas sei como é essa espera rs
    Beijos! =**

    ResponderExcluir
  9. Sobre produção legal de vídeos no Brasil: tem como conseguir sim. Tem alunos de faculdade de cinema que fazem uns clipes legais, tem a lei de incentivo a cultura de cada estado; claro não é tããão fácil se conseguir, mas tem como sim hehe!
    Vish eu também fico super depressiva quando estou an TPM, péssimoooooo!!! :x
    Uma professora minha a um tempo atrás me mandou procurar um psicólogo só porque eu não estava indo muito bem no curso, mas é porque eu não estava gostando do curso mesmo. Enfim, foi uma conversa foda. É foda essa vida né? HAHHAHA

    http://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  10. Eu já te contei que parei de assistir The Walking Dead? Eu não conseguia suportar o Carl e percebi que estava assistindo SÓ na esperança dele morrer de alguma forma ~ mas isso nunca acontecia. Hahaha! Aí parei de assistir. Se ele morrer (ou quando ele morrer) você me avisa, pra eu assistir. ;)

    ResponderExcluir
  11. TPM isso é terrível! Eu fico mal humorada, rabugenta entre outras coisas...
    Sobre sua irmã esteja ao lado dela, mesmo que em silêncio mas não se afobe vc é a irmã e não os pais, curta a amizade entre vcs duas e deixe as responsabilidades para os adultos, digo isso pq já fui adolescente e fui problemática e hj sou mãe, tenho um pouquinho de experiência nas duas partes rs. A questão da orientadora é complicada pois ela esta lá para aconselhar ou sugerir ajuda de um profissional, talvez sua irmã só quisesse conversar com um adulto que não fosse da família, ansiedade é de certa forma medo do futuro totalmente compreensível na idade de vcs, a questão da concentração ela terá que se esforçar é difícil mas se ela tiver algum incentivo como absorver as matérias para entrar em uma faculdade bacana talvez a ajude, bom tudo é fase e passa.
    The Walking dead estou contando os dias, quero ver como se dará a continuação da vida deles, aquilo vicia...
    Um abraço o/

    ResponderExcluir
  12. Ps: estive lendo seus posts anteriores e vi que vc é de áries e precisei voltar e comentar, tb sou...
    E meu mapa astral é uma bostinha de tanto planeta retrógrado, mas a vida é assim, e vou te dizer a vantagem de ser ariano (a) ninguém precisa estragar nada pois nós mesmo estragamos com a nossa língua que não cabe na boca, sinceridade a flor da pele sempre... Mas te digo as coisas melhoram com a maturidade, não os questionamentos existenciais mas o comportamento impulsivo.

    ResponderExcluir
  13. Eu também choro à toa quando estou na TPM, é horrível hehe.
    Beijos
    Bluebell Bee

    ResponderExcluir
  14. Mari, fica bem. Sei que é foda aguentar a tpm e talvez não seja ela. É uma porrada de coisas que só resulta em uma única merda: vontade de morrer. Eu te entendo, apesar de não saber o que você andou sentindo, enfim... espero que fique tudo bem contigo e com a tua irmã. Concordo com você.

    ResponderExcluir
  15. Mari, nem sei o que te falar! Acho que certas coisas a gente passa na vida porque tem que passar, não tem jeito. Já tive momentos em que só queria gritar e chorar, gritar e chorar. É foda! Mas supera. Super que no final as coisas melhoram um pouco :)

    Beijos,
    Malu do Batom nos Dentes
    www.batomnosdentes.com

    ResponderExcluir
  16. Podia ser eu escrevendo isso? (Pelo menos a primeira parte, porque nunca fiz terapia então não tenho muito o que dizer a respeito). É difícil aguentar a vida, de um modo geral, mas com os hormônios piorando tudo fica ainda pior, então só diria que, miga, vai ficar tudo bem. Chora mesmo aí o que cê tem pra chorar (eu faria a mesma coisa, inclusive estou fazendo, veja só) e segue o baile. Uma hora as coisas melhoram, vamos ter fé.

    beijo!

    ResponderExcluir
  17. Setembro está, no geral, uma bela bosta!
    E eu me pergunto se o trabalho da orientadora não seria tentar ajudar sua irmã ao invés de mandar ela pra outro profissional para ter isso. Vai entender...

    ResponderExcluir
  18. muitos links ahaha voltou e eu adoro o blog da cah! demais né? eu fiquei apaixonada pelo topo do blog também ahahah

    Ai te entendo, eu choro demais quando to na TPM, e principalmente so penso merda na TPM, sério, tipo coisa muito babaca, eu odeio, simplesmente odeio ficar na TPM hahah

    nossa mas quando é menor de idade, pode fazer terapia sozinho? mas sempre é bom pegar um profissional de confiança e principalmente de indicação. Ai eu não assisto essa série, mas to surfando porque domingo volta Once Upon a time *—* ahaha

    beijos :*
    http://japona.mairanamba.com

    ResponderExcluir
  19. Antigamente eu não ficava muito afetada pela TPM, mas isso mudou depois dos vinte e tantos, haha. Fico irritada, manhosa, chorona. Praticamente tudo é motivo de drama, um saco. E o pior disso tudo é saber que estou agindo de maneira insuportável, haha! Ainda bem que logo passa. :x

    Sobre terapia... bem, eu nunca fiz, então não sei dizer exatamente os benefícios ou malefícios de entrar nessa. Tenho amigas que fizeram e se sentiram realmente bem, enquanto outras nunca mais querem ouvir falar disso. Acho que depende muito do profissional envolvido, né? É a impressão que tenho, pelo menos.

    E, nossa, The Walking Dead! Parei de assistir na metade da terceira temporada e estava considerando retomar. Pelo visto, vale a pena tentar mais um pouco! Gostava bastante da primeira temporada, mas a terceira me cansou muito, era enrolação sem fim. D:

    Beijo!

    ResponderExcluir
  20. Sobre o 2: discutimos exatamente isso na aula outro dia! Não a questão da terapia (que todo psicologo indica, mesmo quando outras coisas poderiam ser até MAIS efetivas, vai entender) mas a questão da ritalina. Aliás um dia faço um post sobre. A gente tava falando sobre como esses medicamentos são perigosos, e que nem sempre a criança realmente precisa tomar, mas como MOVIMENTAM DINHEIRO acabam sendo receitados. E que hoje em dia todo mundo recebe um diagnostico de algum transtorno, o que também é absurdo, porque, o que é ser normal? Teve um monte de textos e discussoes sobre isso, mas só lembro do título do que o meu grupo pegou, que é "a epidemia da doença mental", muito interessante, vale a pena ler.

    TWD <3<3<3

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ué, cade meu sobre o 1? Meu professor passou um video outro dia sobre cultura, uma coisinha besta do tipo "cultura é o que nos torna humanos, blá blá blá" quase chorei. Que ridículo. TPM só serve pra fazer a gente passar vergonha.. e chorar por causa disso.

      Bom, já que to aqui. Falando novamente sobre o 2: lendo o comentário dos seus leitores e sobre o que você mesma escreveu, acabei de pensar no quanto a psicologia que vemos na faculdade está distante da psicologia na vida real. As pessoas ainda tem muito preconceito, a psicologia já fez e ainda faz muito merda, mas na faculdade a gente não vê nada disso. Tem que ver isso aí

      Excluir
  21. Desculpa pelo comentário Ctrl + C e Ctrl + C, apenas passando aqui para agradecer a visita feita ao meu blog e avisar de que a partir de agora ele está em hiatus.
    Aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir