1.

Mari Mari, 19. Fotografia & Sex Pistols & Cinema Trash. @mriczr no instagram.

sexta-feira, janeiro 01, 2016

Don't Cry For Me I'm Back

Retrospectiva: o que falar de 2015? O ano que meu cérebro sorteou aleatoriamente pra jogar na minha cara todas as coisas que eu estive lutando para manter no meu inconsciente. Estava tudo bem enquanto eram só cenas que se repetiam na minha cabeça quando eu deitava, mas acontece que saiu do controle.
Talvez isso signifique que agora eu sou forte o suficiente para superar. Sim. Ou talvez signifique que daqui pra frente minha vida inteira vai se resumir a ter pena de mim mesma.

E no dia primeiro de janeiro estou de volta ao blog, coisa que tenho desde os nove e uma das minhas únicas ligações com a "eu" do passado, que eu absolutamente abomino. Um hobby, ou só um pouco mais de auto-tortura? Só 2016 poderá responder. Não perca os próximos episódios etc.

23 comentários:

  1. Mari Mari, estou feliz que esteja de volta. Eu costumo "guardar" os blogs que gosto na barra de favoritos, mas o seu é único que, por algum motivo, decorei o endereço (talvez o nome tenha ajudado haha ok). 2) Não consigo entender como pode ser auto-tortura (não leve como uma critica, não entendo mesmo), posso estar enganada, mas você deve ter escrito continuamente, desde o antes até o agora. É como uma música que foi nostálgica. Se volto a ouvi-la, ela vai passar a marcar outra parte da vida, que é o agora. Acho. Em todo caso espero que seja bom pra você (:
    1) Bom... Boa sorte. Espero que seja a opção de ser forte.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  2. Eu espero que a tua volta seja realmente um presente para nós que gostamos de te ler, que teu 2016 seja repleto de inspiração.

    ResponderExcluir
  3. Eu espero que a tua volta seja realmente um presente para nós que gostamos de te ler, que teu 2016 seja repleto de inspiração.

    ResponderExcluir
  4. Te entendo perfeitamente! Que 2016 só me traga coisas boas haha

    www.vestindoideias.com

    ResponderExcluir
  5. ahahah Mari! Senti saudades dos seus posts! 2015 também me trouxe muita coisa que estava oculta no inconsciente, e eu preferi acreditar que é porque agora sou forte o suficiente para encarar tudo isso. Talvez essa seja a resposta. Às vezes eu me pergunto se esse seu tom meio ácido é de propósito, se você é assim mesmo ou se realmente pensa dessa forma. Por algum motivo, eu gosto, mas ficaria mais tranquila se soubesse que você não acredita de fato naquilo que diz. Quem liga né? Feliz 2016! Que esse ano seja o melhor que os outros que passaram

    ResponderExcluir
  6. Devo ser doida, sempre vejo graça no jeito que você escreve, vai saber...haha, Mesmo sério mantenho um sorriso na cara ao ler.
    Eu sou do time que acredita que agora você é forte o suficiente para superar. Durante o processo inteiro de se "curar" vai ter o momento que você talvez abomine a fraqueza. Acho que isso faz parte. Bom, pelo menos já aconteceu comigo. Mas é claro que não penso isso agora. As coisas mudam, né? Ainda bem.
    Adoro quando você deixa um comentário no meu blog. Quase sempre significa que você postou alguma coisa aqui. Mas mesmo quando você some, eu passo só pra ter certeza que não foi atualizado... sem pressão...hehe

    :***

    ResponderExcluir
  7. Eu estava até evitando entrar aqui porque dava saudade, então essa foi uma boa surpresa.
    É, 2015 não foi muito gentil não... Mas a gente sempre pode continuar lutando.
    Torço pra que os próximos capítulos sejam mais suaves pra você.

    ResponderExcluir
  8. parece que 2015 não foi gentil pra muita gente, maaaas 2016 vai ser melhor, não se pode viver no inferno pra sempre! O mundo fica girando e uma hora você chega em cima hahahaha
    E sobre ter blog a tempos, eu também tenho, mas somos outras pessoas já independente disso

    ResponderExcluir
  9. Ei Mari, como disseram, foi uma imensa e grata surpresa o seu ressurgimento por aqui, mas, depois do que disse, é compreensível a sua ausência. Também tenho minhas inquietações existenciais, minha melancolia inerente, minha covardia latente, mas nem imagino o que você já passou e ainda passa. Se te serve como conselho de um cara que te admira muito: Não deixe que o passado envenene o seu presente e, muito menos, o seu futuro.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Animada para saber o que vai rolar por aqui em 2016 Mari! Um 2016 maravilhoso para você!

    ResponderExcluir
  11. 2015 foi um ano do demo, Mari. Não sei se o demo era eu mesma ou se o destino resolveu usar chifres e tridente (é, visão do diabo bem clichê, mas ok HAHAHAH).
    sobre esse lance de pensamentos obsessivos eu também entendo. AFF. Ainda bem que essa merda de ano foi embora. Agora temos outro ano pra tornar-mos menos bosta HAHAHAH

    beeeeeeeijo
    beinghellz.blogspot.com

    ResponderExcluir
  12. 2015 também foi bad comigo. Mas bora ver se 2016 traz algo que preste para a gente, né?
    Também aprendi a ser um pouco mais forte no ano passado, acho que esse foi um dos poucos pontos positivos.
    bjss
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Mari, feliz ano novo. 2015 acabou e deixa de tudo de ruim pra trás. Pensamento positivo, heim!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  14. Mari, finalmente você voltou!
    Feliz ano novo (um pouco atrasado, rs)
    Ñão se preocupe, 2016 será melhor! Sei como se sente.. Ao menos podemos tirar alguns aprendizados das coisas ruins ocorridas no passado, para viver um presente muito melhor e mais feliz. Assim espero..

    Um grande abraço

    ResponderExcluir
  15. 2015 foi mesmo um ano intenso, mas acredito que algumas coisas só saem do quartinho dos fundos da nossa cabeça quando estamos prontas para lidar. Não que seja fácil, mas tenho certeza que é possível. Feliz ano novo!

    ResponderExcluir
  16. 2015 foi aquele ano chato pra todo mundo, espero que 2016 seja mais gentil com nossos pobres nervos! Fiquei feliz ao ler teu comentário, o que queria dizer que você estava de volta. Mesmo que já estejamos no nono dia do novo ano, meus votos de felicidade pra você não significam menos: muito amor e tudo do melhor! Um beijo!

    ResponderExcluir
  17. Penso que "forte o suficiente pra superar" é uma boa definição, e se for isso mesmo, acho que é uma virada pra melhor nesse enredo. Não vou dizer que 2016 vai ser sucesso porque 2015 me ensinou que: é mais fácil passar pelas coisas quando você não espera muito delas. O futuro não está na nossa mão, então vou acompanhar os próximos episódios e esperar que você vai dar conta :3 afinal, você SOBREVIVEU a 2015, isso é WOW (pra todas nós, claro)
    Beijos Mari² :* feliz ano novo (atrasado)

    ResponderExcluir
  18. Bom te ver de volta por aqui. 2015 parece que foi um ano sacana com muita gente, incluindo você, eu e o David Bowie que tava com câncer e coitado, faleceu anteontem. rs Besteiras à parte, realmente o novo ano é sempre uma incógnita, poderá ser bom, ruim ou mais ou menos, mas só o tempo dirá.

    E o blog voltou à ativa (depois de 3 meses de hiatus), já tem dois posts novos, se quiser conferir: aguardandoocamaleao.blogspot.com

    ResponderExcluir
  19. Miga, tu sabe que eu te acho do caralho né. Tipo, de verdade. Quando eu preciso dar exemplo de uma pessoa extremamente foda eu falo: olha, a Mari é muito foda, vocês não a conhecem, mas eu a conheço, e poxa, ela é demais, 10/10 etc. HAHAHAHAHA ~aleatoriedades~
    E você pode contar comigo SEMPRE, sabe disso. Às vezes eu posso até demorar a responder, porque não estou sempre no computador e meu celular me irrita profundamente, mas olha, sempre que você precisar falar dessas coisas malditas do seu inconsciente, estarei lá pra te ouvir/ler.
    Eu quero que você tenha um ano incrível, miga, porque você merece mtmtmtmt!!!

    Te amo <3

    Dona dos Gatos

    ResponderExcluir
  20. Como já comentei neste post, passei pra agradecer sua visita, seu comentário super bacana naquele post sobre crescimento de cabelos e avisar que tem post novo lá no blog. Dá uma olhadinha se quiser!
    bjs
    blogtrashrock.blogspot.com

    ResponderExcluir
  21. Muitas vezes eu pensei em largar o blog, de verdade. Principalmente nesse quesito de postar coisas pessoais. Mas aí eu lembro de tanta coisa legal que eu já fiz e vi aqui, de quanta gente legal eu conheci através dos meus posts de auto avacalhação e acho que é uma das maneiras que a gente encontra todos os dias pra se exorcizar, né? Temos vários demônios dentro de nós mesmos (alô Legião) e acho que conviver com todos eles faz parte do processo de se auto aceitar e lidar consigo da melhor forma possível, pq acho que essa parada de amor incondicional consigo mesmo é balela, tem horas que a gente se odeia mesmo e pronto.
    Beijo, xeroza! Precisando tamos aí!

    ResponderExcluir
  22. 2015 foi um ano muito carregado pra muita gente! x.x
    Espero que esse ano seja repleto de coisas boas pra você e que tudo o que você viveu em 2015 seja sim convertido em força. Não acredito que manter o blog seja uma auto-tortura, mas sim um amadurecimento ;)

    E o modelo do blogger mudou faz tempo, mas como eu estava afastado há anos para mim é tudo novo hehe

    ResponderExcluir
  23. Tem ano que é foda mesmo, mas mesmo com as piores coisas a gente pode tentar tirar proveito aprendendo a não repetir os mesmos erros.. Espero que 2016 lhe traga coisas boas!

    To com blog novo também, eu era a Deby do http://xxfunhouse.blogspot.com/ ;)

    ResponderExcluir